[RP FECHADA] Dude, the ball vanished!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP FECHADA] Dude, the ball vanished!

Mensagem por Casper Hall em Dom Jul 13, 2014 7:19 pm

where's the ball?

RP Fechada, entre Casper e Twynkiewinkie, no dia 02 de maio no período da noite. A noite seguinte ao dia de abertura do Acampamento, quando Casper perde a bola de Baseball ao arremessar distraído e acaba tendo que ir até a cachoeira a procurar.

_____

"when you lose yourself and your courage, just stop and remember who you are"

avatar
Casper Hall
Chalé 1
Chalé 1

Mensagens : 9
Data de inscrição : 12/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Dude, the ball vanished!

Mensagem por Casper Hall em Dom Jul 13, 2014 7:58 pm

there's nothing since i lose you
my attempts still are all for you


Os dedos se movendo sobre a superfície de couro da bola de Baseball do Acampamento Humbug. Era muito parecida de fato com uma bola oficial, apesar de ainda ser um pouco mais leve. Um pequeno sorriso sempre nascia no canto dos lábios de Hall quando sentia aquele pequeno objeto sobre a mão, afinal era arremessador em sua equipe, mesmo que não tivesse jogado ainda uma partida oficial. Pode se dizer que aquele era um dos pouquíssimos momentos em que Marzia não era o foco em seus pensamentos.

Quando jogava, Casper se entregava completamente. A partida era sua mente, corpo e alma, e nada mais importava além do que acontecia em campo, talvez por isso acabava se destacando tanto. Riu baixo ao lembrar do rumo esquisito que a vida tomava. Apesar de toda a dificuldade que passou, havia assinado um contrato com um time profissional, era seu sonho que começava a se mostrar possível. E ali estava, no Acampamento Humbug, onde o posto de jogador mais novo a assinar um contrato profissional não impressionava ninguém, não sabia se era para se sentir ofendido ou contente com isso.

Não era dos que gostava de estar nos holofotes e capas de revistas, preferia ser notado apenas pelo que fazia em campo, mas não tinha como negar que o ego se inflava sempre que era reconhecido na rua por alguém, e o sentimento agradável de tirar uma foto com um fã, ou mesmo dar um autógrafo. Balançou a cabeça negativamente, afinal não era assim tão alheio à fama quanto dizia ser, no fundo gostava de ser procurado e reconhecido, mas quem não gostaria? Olhou a sua volta, um acampamento lotado de gente muito mais rica e importante do que ele, onde foi se meter para agradar o pai...

Respirou fundo, a noite estava agradável, mas já esperava, principalmente pela época do ano. Apertou a bola na mão direita e, com um passo para a frente, a arremessou contra uma árvore próxima. Era um pouco deprimente brincar de catchball com uma árvore, ela nunca devolvia a bola. O exercício era bobo e até simples, apenas lançava a bola contra uma árvore próxima para manter as articulações do ombro, do pulso e cotovelo bem firmes, não queria perder condicionamento físico e arriscar ficar fora do próximo torneio também.

Enquanto jogava sozinho a mente vagava pelos poucos jogos amistosos que participou, alguns gravados secretamente em seu MP4, que fez questão de trazer ao Acampamento para que pudesse assistir a si mesmo e quem sabe corrigir mentalmente os erros que cometeu. Pensava no campeonato que agora estava perdendo por ser considerado sem experiência. Bufou com a ideia, sabia que era novo, mas mesmo assim se via em condições de disputar o torneio. E também, se não tivesse sido cortado da lista do time, não estaria naquele lugar esquisito, com gente esquisita. E foi quando errou, um erro incomum, motivado pela inquietação dos pensamentos. Um dedo no lugar errado, a bola deslizou e pegou uma curva esquisita, força demais. Só pode ver o rastro esbranquiçado sair pelos ares e atravessar entre as árvores em menos de um segundo.

Piscou algumas vezes, estático. Ótimo, primeira noite após a apresentação e já havia perdido a bola do Acampamento, era tudo que precisava para se dar bem ali. A mão direita passou sobre o rosto enquanto emitia ruídos de insatisfação. Tapeou a lateral da cabeça de leve, dando de ombros, tinha de ir buscar afinal. Suspirou, caminhando em direção as árvores, onde achava que a bola poderia ter ido. Só não sabia ainda que logo ali era a maldita cachoeira, e a essa hora, achar uma bola não seria tão simples assim.

Thanks Tess

_____

"when you lose yourself and your courage, just stop and remember who you are"

avatar
Casper Hall
Chalé 1
Chalé 1

Mensagens : 9
Data de inscrição : 12/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum